sobre o talento.

Dizem que quando queremos alguma coisa de verdade encontramos o caminho para chegar onde desejamos. Que nada é impossível para aqueles que creem, estudam e correm atrás daquilo que desejam. Não sei se acredito plenamente nisso, até porque, nem sempre sabemos em exato aquilo que nos fará realmente felizes e acabamos insistindo em coisas que não são para ser. Conforme a vida anda e suas circunstâncias mudam, mudam também os sonhos, os planos e algumas coisas acabam não fazendo mais tanto sentido assim.

Precisamos entender, de uma vez por todas, que as coisas se arquitetam na vida do modo exato como devem ser. Nem sempre o que está escrito tem conexão com aquilo que desejamos. Penso que se houver mesmo essa coisa de destino o melhor está sempre guardado, mesmo que não entendamos quando uma coisa de ruim acontece ou quando nossos planos parecem nunca se concretizar. Sou contra quem acha que algumas metas são impossíveis, que não tem sorte na vida, que Deus só da asas para quem sabe voar e coisa e tal. Não dá pra direcionar a culpa para as circunstâncias, que, afinal, não se dão sem por que.

Mais uma vez, somos NÓS quem fazemos a vida caminhar, somos nós quem estudamos, nos preparamos, trabalhamos duro, mesmo que não saibamos ao certo como tudo vai culminar no final das contas – não dá pra querer mil coisas e não mover uma palha pra que elas se concretizem.

Se você prestar atenção, 90% das pessoas bem sucedidas não sabem dizer ao certo como chegaram lá ou, às vezes, nem se consideram assim tão incríveis. Os conselhos dados pelos grandes, geralmente, são tão genéricos quanto o uso de filtro solar: não desista no primeiro não, se esforce sempre que puder, saiba contornar os obstáculos, etc, etc, etc. A verdade é que a vida é só essa. Não somos autorizados a desistir, por mais que, no íntimo, façamos isso centenas de vezes. Não dá. Todo o dia é um novo dia, novas oportunidades, caminhos, devemos agradecer por isso.

O sucesso é um combinado de fatores aleatórios que não são determinados apenas pelo esforço, pelo talento, pela fé ou pela insistência; é questão de timming. Os sutis desvios que a vida dá  em seu curso  tem um por que, ainda que nos aborreça. Às vezes, estamos tão obcecados por um único objetivo que não enxergamos mais nada ao nosso redor, não notamos os sinais, não aproveitamos as brechas.

Temos aptidões. Temos dons. Precisamos estar atentos àquilo que somos bons em fazer, em desenvolver a nossa competência. Talvez sua vida hoje não esteja de acordo com o plano A. Talvez você tenha se perdido em meio aos problemas, esteja um pouco desacreditado sobre suas próprias capacidades, sem fé no futuro. Pare de se sabotar. Continue caminhando, estudando, tentando que uma hora as coisas acontecem. Mesmo que surpreendentemente diferente daquilo que você esperava, se resolvem pra melhor.

Você também pode ler

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *