Desabafo comum

Gosto de dar conselhos, mas em relação a minha própria vida sou um poço de indecisão. Não sei se vou, se fico, se trabalho, se junto dinheiro e gasto, se viajo, se tiro minha carta de motorista em São Paulo, se tiro em Santos, se espero pra tirar quando arranjar um emprego, se como pizza ou lasanha, se vou no médico durante às férias, se respondo as mil trezentas e quarenta e três mensagens diárias que a minha mãe manda, se leio o TGI, se finjo que ele não existe até terça-feira que vem, se como batata recheada com requeijão apesar de não ter 20 reais sobrando para futilidades… UFA!

Acho que preciso de pessoas para conversar.

Você também pode ler

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *