consulta.

Mulheres, como vocês já sabem, são seres muito peculiares. Compram uma blusa nova e sentem a necessidade de comentar com alguém e saber se ela valeu mesmo os 150 reais gastos. Tem um cara gatinho na academia ou no trabalho e pronto, já tiram foto do sujeito pra comentar com as amigas.  Já logo descobrem se ele tem Facebook, se é casado ou solteiro, o nome e o RG da mãe dele. Se vivem um grande amor ou uma grande decepção, precisam compartilhar, aconselhar-se com aquela amiga que sabem que não vai rir das suas inseguranças.

Eu achava que não, mas os homens também tem seus conselheiros.

É claro que eles não dão tanta bandeira como nós, não saem da mesa do bar em pares cochichando e rindo na cara dos seus pretendentes. Nao mandam sms’s imediatos, não contam cada detalhe do que acontece. Mas compartilham SIM uns com os outros quando acham que uma ou outra vale a pena. Mas só QUANDO VALE MESMO A PENA.

A mulher é detalhista. Fala da roupa, da música, do cheiro de chuva do ambiente. Descreve o cabelo dele que estava com ou sem gel, se ele havia acabado de sair do trabalho, diz se ele parecia ou não cansado. É capaz de reproduzir falas inteiras com as devidas pausas e respirações. Cada segundo daquela conversa sobre nada do elevador pode ter (ou não) um significado muito maior. E as ouvintes, quase sempre, lembram de tudo que foi dito para costurar todos os pontos e dar um veredicto sobre um possível relacionamento ou investida. Alguma coisa está mesmo acontecendo? Ou seria só a nossa imaginação?

Somos seres altamente atentos às insignificâncias.

O homem é objetivo. Chega no brother e diz: “Sabe a fulana? Então, tô pensando em pegar.” Aí o outro responde: “Pô, ela é bacana.” ou “Nossa, ela é zuada.”

E morre aí.

Mentira. Nem sempre morre aí. Eles comentam do jeito deles sobre as coisas que acontecem, mas só com aquele amigo mais chegado e que, de preferência, seja amigo da pretendida também. Não falam tantos detalhes, não admitem tantas inseguranças. Homem acha que perde um pouco da sua masculinidade se ficar assumindo publicamente que não sabe o que fazer em determinadas situações. E eles realmente não sabem.

Não pense que tudo o que eles dizem tem um sentido maior que o que está ali, bem na nossa frente. Não fique imaginando que eles deixaram a gravata torta à 15 graus para esquerda porque queriam parecer desencanados. Geralmente as palavras são só palavras, e os gestos, só gestos.  Homem é mais ligado nas ações no que nos sinais.

Se ele te quer, você logo vai saber. Se ele ele gosta de você vai deixar isso tão escancarado que até você vai duvidar se é ou não verdade e, principalmente, se tiver de ser, vai ser.

Você também pode ler

8 Comentários

  1. Bem isso mesmo! Meninos falam tanto quanto as meninas a respeito dessas coisas, entre eles e com amigas (talvez pra não ser zoado na questão da masculinidade).

    Uma coisa é certa e concordo completamente com você, quem quer alguma coisa vai atrás. Se ele gosta de você vai fazer de tudo pra chamar a sua atenção. O que tiver de ser, será.

    =*** Ericka!
    See ya! o/

  2. É, é tudo verdade.

    E como você mesma me disse um dia em uma das nossas conversas, quando acontece isso, quando ele se preocupa em contar e pedir conselhos ou ajuda a outra pessoa é porque a tal da garota é importante, não é uma a mais ou uma a menos…

    A gente fica com a ideia boba de que isso é coisa de menina, o que não passa de uma besteira e de uma machice cultural. Ainda mais porque em tese, só em tese, e pelas coisas culturalmente terem sido assim desde sempre, os homens que tem que dar o primeiro passo, a investida, então desde adolescentes tem que aprender a lidar com a auto-estima, a segurança e a lábia, mas isso não quer dizer que seja fácil e que por lidarem no geral mais com isso do que as mulheres (embora as coisas estejam mudando cada vez mais – ainda bem-e eu tô aqui como um exemplo vivo disso) que eles não precisem de conselhos, que não encanem, ou não compartilhem os acontecimentos entre eles e outra pessoa com um amigo ou amiga. Muito pelo contrário. Somos todos inseguros nesse quesito, todos precisamos de ajudas e conselhos pra pensar direitinho na melhor coisa a se fazer em cada situação quando algo é importante, porque cada detalhe faz diferença!

    (Eba, em casa posso comentar os posts..hehehe)

    Beijo de uma das maiores leitoras do blog!

  3. É verdade mesmo! Sim, nós homens comentamos e falamos sobre nossos alvos. Mas, como você observou muito bem, nós não deixamos sinais. Deixamos crateras. O que dizemos é o que dizemos e não algo que queríamos dizer, que está subentendido.
    Então, mulheres, não subentendam… ENTENDAM! 🙂

    PS: tem gente por aí precisando urgentemente ler esse seu post!

  4. mulher tem mania de entender do jeito que quer. e, geralmente, do jeito mais negativo possível.. ;/
    vocês tem que entender que a gente diz o que quer dizer e não fantasias, porra. ahoeuiaheuh

  5. Pode enviar pra quem interessar e se quiser mandar pro aconselhamento VIP, estamos aí! HUahhauhauha…

    Bjããoo, Marcelo!

  6. A gente foi treinada a entender os “sinais” pelo sistema Globo de Televisão, pô… Dá um crédito!

    HAUHUHUAHUAHA…

  7. Preciso dizer que foi a nossa conversa a inspiração desse post? NÃO, NÉ?

  8. Se ele te quer, você logo vai saber. Se ele ele gosta de você vai deixar isso tão escancarado que até você vai duvidar se é ou não verdade e, principalmente, se tiver de ser, vai ser.

    Como disse o Marcelo, muitas mulheres precisam saber disso. Inclusive eu =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *