Abandono

O abandono acontece quando as horas vazias do dia tornam-se cheias de coisas inúteis, porém, importantes. Dá pra entender?

Ligar, pesquisar, editar, escrever, cortar… Um grande problema quando a gente não tem inspiração. Até para as tarefas mais simples da vida a gente precisa ter paixão, se não, sei lá, não sai. Os dias andam passando lentamente ainda mais agora, no desemprego.

Andei enviando meus textos para alguns lugares que eu gostaria de trabalhar, mas até esses, que deveriam ser um maaaaarr de emoções, não são. Aliás, os meus melhores textos nunca foram escritos.

Assim sendo, meu blog anda vazio, como a minha vida. As coisas boas só tem sentido se acontecem em paralelo com as ruins, se não, a gente não dá valor.

Talvez eu ande complicando demais, querendo demais, sonhando demais. Mas por que raios que ia querer menos?

Você também pode ler

4 Comentários

  1. Toma xuxu, um comentário pra alegrar seu dia. Pelo menos, com tanta sensação de vazio q vc ta sentindo, os comentários ficam um pouquinho mais cheinhos.
    Bjos, gata garota!

  2. Os meus melhores textos ficam presos em minha cabeça. Quando eu vou colocar no papel, eles ficam incompletos, faltando pedaços importantes. Eu me censuro quando escrevo no blog, porque sei que tem muita gente lendo e há coisas que não é de bom tom sair expondo.

    Eu sou minha própria ditadura. Que triste.

    Agora… só não pense que sua vida anda vazia porque está sem emprego ou algo do tipo. Porque não está! Tem muita gente com ótimos empregos e construindo carreiras com vidas totalmente vazias, sem o mínimo de questionamento. Não seja mais uma na multidão.

  3. Não é mesmo pra querer menos, mas o mercado é um tanto quanto cruel. Me identifiquei com a parte em que as coisas ruins acontecem junto com as boas… vou fazer um post sobre isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *