Blogagem Coletiva – Coisas que eu não vivo sem

Seguindo a minha própria regra de vida – de que esse ano ia participar de TODAS as blogagens coletivas do Rotarootsvai aí minha lista de coisas que eu não vivo sem. Já aviso: são itens cretinos, sem nada de mais. Se você, amadíssimo leitor, não tem o menor interesse nessa temática, apenas pule esse post, tá?

Ou venha ser feliz fazendo sua listinha também e linkando aqui nos comentários pra tia ver, falando comigo via Facebook, me dando a mão, me abraçando, viajando comigo pro céu, etecétera e tal!

BEIJOS.

<3

1 – Brincos


Se eu sair de casa sem brinco, mermão, o mundo pára de girar. Parece que eu tô pelada, que algo de muito errado vai acontecer no meu dia, parece assim, que está tudo fora de sincronia. Mesmo. É um TOC.

2 – Creme para as mãos


Trabalho em SP, num calor da preula e fico no ar-condicionado all day long. Sem creme para as mãos não sou ninguém. Fico com aquela sensação constante de ressecamento que num tem fim. Eu sei, é uma mania bizarra, mas gente, tem quem sobreviva sem um creminho? Ah, num deve ter.

3 – Desodorante

Sou alocka do desodorante. Só consigo me sentir protegida se tiver um em cada canto onde quer que eu esteja, todos iguais. Tenho um na gaveta do trabalho, um na bolsa, um no carro (da minha mãe), um na casa do namorado, um na minha casa e sempre – SEMPRE – repasso pós almoço. Queria ter essa mesma cisma com rituais de beleza anti-acne, mas olha…Não.

4- Celular


Eu uso pra ver e-mail, Facebook, Twitter, previsão do tempo, blog, ouvir música, postar no blog, Whatsapp… Não tem jeito, não tem condição viver no século 21 sem celular. E se a internet acaba fo-deu. Quebra a vida. Sou bem viciada nesse item e só tento evitar ficar autista enquanto almoço. E é isso.

5 – Chiclete/café


É um ciclo sem fim. Masco chiclete, tomo café. Tomo café, masco chiclete. O-DI-A-IN-TE-I-RO. Faz um mal do cacete pra gastrite, amarela os dentes, zoa o aparelho, enfim… Poderia fumar, mas masco chiclete. Poderia beber, mas…ENFIM. HE HE HE.

6 – Creme sem enxague


Você, mulher de cabelo indefinido, conhece minha dor. Você sabe como é começar o dia com o cabelo lindo e acabar na piaçava. Você me entende. E, portanto, deposita quilos e quilos de creme se enxague nessas madeixas longas e lindas aí, que eu sei. Num dá pra viver sem, sorry. Não sei como era a vida antes dele, mas depois dele tenho certeza que somos muito mais felizes. Mesmo.

7 – Musicas de má qualidade enquanto eu trabalho


Põe aí um funk neurótico no repeat que eu tô precisando fazer uns 45 relatórios, faz favô!

Aliás, aperta o play: http://grooveshark.com/#!/playlist/Pr+s+Recalcada/66423223

8 – Comida


Alguém aí vive sem comer?

9 – Netflix

Como era mesmo a programação da TV aberta? Não lembro.

10 – Evernote

Minha memória é uma droga, não funciono linearmente e tenho problemas sérios com organização. Portanto, Evernote é meu pastor e nada me faltará. Desde que descobri essa belezinha sou uma pessoa mais feliz e menos desesperada. Todo mundo deveria brincar de fazer checklists, porque olha, ti falar pra você, essa vida adulta tá dificílima. Tá puxada.

 

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Você também pode ler

6 Comentários

  1. Por incrível que pareça eu vivo sem comida hahahaha, mas calma… às vezes eu trabalho tanto que não consigo almoçar. Chego a quase passar mal porém já estou acostumando :p

    E sim, impossível viver sem celular. O que muitas vezes me rende dor de cabeça ao deitar para dormir, de tanto que fico online 😡

    Mas que eu adorei o nome do blogue eu adorei-iiii!

    :*

  2. Olha, eu vivo sem brinco, sem hidratante de nenhum tipo e sem chiclete. Mas não vivo sem livro <3

  3. Me identifiquei principalmente com os brincos, hahaha! é tanto que não tiro nem pra dormir (uso um pequenininho, rs).

    E desodorante… mano, eu tenho cisma com isso, Não me permito estar fedendo NUNCA. E tenho pavor de quem não usa, fico querendo comprar um e dar de presente… é ofensivo? HAHAHHAHA

    ps: vamos trocar umas dicas de filmes do Netflix, gatam! 😉

    Um beijo,
    Re

  4. Eu estava aqui justamente não conseguindo me lembrar de alguma coisa sem a qual eu não viveria sem, mas taí, você já refrescou minha memória: desodorante, celular, CREME SEM ENXAGUE pelo amor de deus, e comida… a ansiedade não me permite ter problemas de memória ligados a compromissos, pq eu fico sofrendo até a maldita hora de fazer a tal coisa, mas posso esquecer de comprar papel higiênico, por exemplo, e aí me serve algum tipo de memória eletrônica, mas eu sempre acabo esquecendo de checar isso também, aí não dá =D

  5. EU não sou ninguem sem meu iphone! hahah Ele me lembra de tudo inclusive, faz as vias do evernote. Creme sem enxague infelilzmente tbm nao posso viver sem. Cabelo enrolado nao existe sem esses cremes!

  6. Estou no Rotaroots faz um tempinho (pouco), mas só hoje decidi que iria postar pelo menos um dos temas mensais todo mês.

    Cheguei ao teu blog por meio da postagem da carta e das coisas pra fazer na cidade. Simplesmente amei, o jeito como você escreve, e tudo mais. E cara, adorei esse post pq me identifiquei demais: brinco, desodorante, celular, creme sem enxague e músicas bagaceiras! hahahaha Parabéns pelo blog, já tá nos favs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *