preces.

Estou em busca da tal estrela. Aquela que uns e outros dizem que brilha vez ou outra e faz coisas incríveis, sabe?

Pois bem. Queria que a estrela brilhasse e realizasse pelo menos um dos meus sonhos, não dos meus desejos. Os sonhos são aquelas coisas que a gente coloca na gaveta do inatingível, do inimaginável e acha que nem com muita batalha, insistência e esforço eles irão se realizar.

Tenho certeza que você sabe do que eu estou falando.

É aquela parte da nossa vida que não depende só da gente, que precisa de uma forcinha, de um sopro divino. Da tal sorte, do momento certo,  de um padrinho, ou sabe-se lá o que.

Estou pedindo encarecidamente para que essas tais coisas impossíveis aconteçam. Pelo menos uma vez. Porque todo mundo merece seu dia de princesa, seu Luciano Huck da vida, uma herança de um parente rico, uma bolsa de estudos, uma viagem, ou, simplesmente, uma atençãozinha para aquilo que faz.

Que finalmente a mesa vire. Que um anjo mande lá de cima um sinal para quem pode mudar a minha vida e que essa pessoa o faça, sem delongas. Sem pestanejar. Mesmo sem me conhecer ainda. Mesmo sem saber que eu tenho um potencial enorme. Por que, né? A gente precisa acreditar que pode tudo para, quem sabe, conseguir um pouquinho.

E espero que esse pouquinho faça muito por mim.

E que a minha prece mude, também, um pouquinho da vida de vocês.

Você também pode ler

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *