amigos com benefícios.

Em algum momento na vida, todo mundo, TODO MUNDO MESMO, pensa na possibilidade de unir o útil ao agradável e acabar tendo um “algo a mais” (por que não?) com um amigo do peito. Pensa em como seria perfeito ter um sexo bacana, uma boa conversa e um relacionamento altamente íntimo sem a parte burocrática da coisa, ou ao menos, sem a obrigação de ter que ligar no dia seguinte, dar satisfação no final de semana, etc e tal.

Envolver-se com um amigo, num primeiro momento, parece muito simples: o cara já conhece sua família, já sabe dos seus gostos, crises e defeitos, dá pra rolar uma honestidade sem medo e, afinal de contas, amigo também é pra essas coisas. Você acha que é possível separar os sentimentos da parte física e que depois de tantos anos de convivência o terreno que dividia a amizade do amor verdadeiro já ficou infértil e completamente insalubre. Apaixonar-se é pros fracos.

Entretanto, já sabemos que, na prática, a teoria é outra. O maior problema da amizade com benefícios não é o fato de se apaixonar, mas sim, o medo de perder o que nunca se teve. O que fazer quando o outro cansar de você? E se ele se apaixonar por alguém de verdade, quiser romper com esse status de “não namoro” para, finalmente, engatar um real namoro, com outra pessoa, aleatória, que você nem conhece? Temos maturidade suficiente para ser rejeitados, descartados, deixados pra lá?

Quem sabe viver uma realidade sem planejamento é uma pessoa realmente livre. Quem consegue controlar suas ansiedades, herói.

E no meu caso, por exemplo, isso nunca funcionaria.

Você também pode ler

6 Comentários

  1. Mas jura mesmo que as mulheres também tem esse tipo de pensamento? Achei que fosse só coisa de CIRILO, coisa de macho 😉

  2. Honestamente, não acho uma ideia boa. Se a pessoa busca só sexo, encontre alguém que só queira isso além de um amigo. Nem todas as relações com PA ( Pau Amigo) terminam como no filme.

  3. Oi Marie! Tudo bem? Também não acho uma idéia muito boa, mas há casos em que as coisas podem funcionar como nos filmes…Por que não, não é verdade? Dizem que a arte imita a vida e vice-versa…Nunca sabe!

    MUITO obrigada pela sua visita, seja bem vinda!! =D

    Bjão!

  4. Na boa, isso não serve pra ninguém, ou só pra seres MUITO evoluídos. Sexo uma, duas vezes com a mesma pessoa sem se apegar pode ser simples, mas várias vezes, é muito difícil não se apaixonar. Pra mim, sexo é paixão, pode virar amor, complicado separar as duas coisas. Nem q vc viva o falado “amor de pica”, ter “intimidade” seguidas vezes com a mesma pessoa acaba deixando de ser só sexo.
    Já transei com amigos sem nenhum envolvimento, mas pulei fora antes q virasse outra coisa! hahahahaha
    Bjos!

  5. Eu não achei que fosse possível eu gostar tanto de um blog. Tipo, gostar do tipo “estou absurdamente apaixonada por todos os seus posts”. Dá pra dizer que atualmente sou fangirl do seu blog. Exato.
    Primeiro, porque poucos blogs que falam de relacionamento falam de uma maneira tão realista e clara. Sem “mimimi mas e se” mas sem também aquele butthurt que outros tem do tipo “mimimi, veja como tudo é sujo e ruim e etc”. Apenas “olha, as coisas são assim, vamos refletir sobre?”. Você escreve absurdamente bem. E os assuntos que escolhe para seus posts são ótimos.

    Ok, vou comentar devidamente o seu post. Sorry pela crise de fangirl haha

    Tem gente que consegue, talvez, por muito tempo, mas tem gente (oi, eu) que se apega às mínimas coisas. E quando se pensa nesse tipo de relação, ela certamente tem um certo prazo de validade (desconhecido, porém existente). Saber lidar com esse prazo de validade e com apenas a atração física é para poucos. Mais fortes? Talvez.

  6. Poxa vida Yanne! (seu nome é Yanne?? Está no seu e-mail, mas vc não assinou o comentário… =/

    Fico feliz que vc tenha se identificado tanto com o Hiper, essa é mesmo a idéia! Escrevo sobre coisas que eu vivo, penso, escuto, recebo por e-mail, gosto…Enfim…E busco ser o mais realista possível, tentando AJUDAR mesmo as leitoras!! Você não sabe o quanto seu comentário me deixou feliz, sinal que as palavras estão fazendo real efeito na vida de alguém!! O Hiper tem página no Facebook, tb, já visitou? https://www.facebook.com/Hipervitaminose

    E pode mandar e-mail, comment, msg de fumaça que eu leio e respondo tudo, ok? Ainda que demore um pouquinho…

    Um beijão e seja muito bem vinda,

    Ericka. =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *