malandragem.

Sabe, preciso contar um negócio sério pra vocês, caras legais não bastam. Caras legais não mantém namoros legais só porque são legais, o que mantém um namoro é o amor. E só. De uma parte pela outra parte, certo?  Simples assim. Mesmo que o cara seja um exemplo de escrotisse e degradação.  Até porque as pessoas, no começo de um relacionamento, nunca são o que elas são de verdade e os caras devem ser legais apenas com quem vale a pena ser legal. E, ainda assim, na medida certa que o outro merece. Deu pra entender?

Não é que nós gostamos mais dos cafajestes é que nós gostamos mais de seres humanos, que erram como a gente, que tem histórico de vida, que possuam testemunhas do seu desempenho, não se envergonham daquilo que viveram e que, quem sabe por um milagre da vida, podem mudar de vida e encontrar um amor verdadeiro, oras, porque não? Conheço mil casos.

Nem bonzinho, nem galinha, o cara deve ser MALANDRO. Deve saber que existem mulheres que são para chamar de amor e outras que são apenas para perder um tempo. E vocês, mulheres, posicionem-se. Escolham aquilo que querem ser, vocês já sabem como funciona.

Às vezes o cara legal é tão legal que consegue justificar tudo e se tornar um chato, um bolha. O cara consegue perdoar sua TPM, sua falta de vontade de viver e todos os seus dias de exu. Ele justifica, te escuta, esquece, ele nunca reclama e sempre acha que você tem razão. Num dá vontade de vomitar? Pelamor. Não pode isso daí, perde o tesão. E sem tesão fica tudo arrastado. O tesão nutre o amor e vice versa, não pode ser só um, nem só outro, tem que ter equilíbrio. Como tudo na vida.

Os caras su-per-gen-te-bo-a não entendem que o relacionamento tem problemas. Ou, às vezes, até entendem, mas não percebem que o problema está exatamente em suas próprias atitudes. Vale tudo para sustentar o relacionamento, o compromisso, mesmo que isso signifique não ter personalidade alguma, se anular. Não sei quanto à vocês, mas gostar de alguém que gosta mais de outra pessoa que de si é quase insuportável.

E altamente desinteressante.

Você também pode ler

2 Comentários

  1. Primeiro: Estava lendo aqui quando chegou no meu e-mail do seu comentário… Transmissão de pensamento. hihihi

    Quanto ao texto: Não consigo não achar um texto seu menos que sensacional! Antes de tudo temos de ser seguros de quem somos e amar a nós mesmos e mais que ao outro, do contrário esse outro não nos considerará alguém de valor e já não irá querer nossa companhia, uma relação. E é claro, indivíduo normal, tem de ter defeitos.

    Beeeijos!
    Thais
    http://simplywomanly.wordpress.com

  2. Você estava dentro da minha cabeça! Só pode.
    Todas as minhas amigas devem ler isso… Elas acham [eu também acho, um pouco] que eu tenho ‘dedo podre’ para homem. Justamente por isso.

    Homem certinhos entediam!! E como entediam!

    Adorei. O melhor texto que já li aqui.
    hahahaha

    =*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *