reciclagem.

Hoje me desfiz de algumas coisas que achei que já tiveram muito valor um dia.

Joguei fora cartas, presentes e documentos bestas de um passado que não dói mais. Me livrei de algumas roupas que já não cabiam e perfumes que já haviam perdido o cheiro há uns 4, 5 anos, mas que estavam lá, simbolicamente armazenados na prateleira. Apaguei do MSN nomes fantasmas e recordei que um dia eram tão intensos, tão amigos, tão meus e agora nada, nada mesmo. Não lembro da última vez que souberam de mim e vice-versa, não lembro se um dia tomamos um porre juntos, se conheci no trabalho ou pela rua. Só sei que um dia eles estiveram lá, fortes, fazendo sentido, fazendo barulho, até provocando uma dorzinha de cotovelo, às vezes.

Deletei algumas fotos também, que não queria recordar. Não porque eu me arrependa, e pensando melhor sobre isso, me arrependo mesmo de grande parte delas, mas joguei tudo fora porque não me reconheço mais naqueles acontecimentos. Parece que estava fora de mim quando aquelas coisas aconteceram, e não digo no sentido etílico da coisa, não era eu. Eu não sou mais daquele jeito, não uso mais aquelas roupas, deixei de gostar daquelas pessoas e parei de comer aquelas coisas.

Mudamos tanto com o passar dos dias e estamos tão longe de nós mesmos que deixamos de notar. De repente, quando paramos pra olhar pra trás, encontramos registros acumulados em caixas, potes, armários que guardamos com tanto carinho e sem nenhum por que que estranhamos. As coisas boas ficam armazenadas na mente, não precisam de suporte para que estejam vivas, não precisam de registros físicos. Um cheiro, uma música, um nome são o suficientes para despertar na gente o bom e o ruim do que se foi vivido.

E uma faxina no coração, daquelas bem feitas, sempre libera espaço pra coisa boa.

 

Você também pode ler

2 Comentários

  1. Espero estar ao seu lado sempre, mudando junto com vc…
    Te admirando cada vez mais por tudo oq vc é e faz…olhar pra trás e ver que td o que a gente viveu foi bom e ter a ctz de que fizemos, ou tentamos fzr, tudo o que queriamos =D planos pensados e realizados, etc…
    Te amo infinito huhuhuhu!!

  2. Esse foi uns dos seus textos que mais mexeu comigo! Você é uma das pessoas que mais admiro e me identifico muito com tudo que você escreve. Espero que eu seja uma pessoa que continue sempre na sua vida como uma grande amiga! Beijo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *