instável.

Relacionamento bom, é relacionamento inseguro. É aquele que a gente nunca tem certeza de nada, que morre de ciúmes, dá xilique e depois resolve tudo numa noite – longa, boa, à toa.

É aquele do qual você sente uma saudade insana e uma expectativa dilacerante do que vai ser no final de tudo. Se vai ter final, afinal. Se vai ter começo, aliás, se vai ser alguma coisa.

Os melhores relacionamentos do mundo são os mal resolvidos, são aqueles em que você sabe que a pessoa gosta de você, mas tem dúvidas sobre a sua própria capacidade de mantê-la ao seu lado. A dúvida é o alimento do tesão.

Ah, sim, bom eu ter falado sobre isso; relacionamento bom MESMO é aquele que você acha até as coisas ridículas e estressantes que aquela pessoa tem, fascinantes. É aquele em que você pensa: “não posso deixar ele saber que tem mais gente incrível como ele no mundo, se não ele some. Não posso, sequer, deixar ele pensar. Porque ele pode desistir de mim.”

É o relacionamento que te consome, que você não descansa, que tem desejo, que tem ardor, que tem um pouco de tortura.

(e muito carinho, em contrapartida, pra você acreditar que por alguns instantes ele se estabilizou.)

O melhor relacionamento do mundo é o desequilibrado; da maluca com o psicopata. Da ciumenta, com o provocador. Do tranquilo, com a excitante. Do pacato com o aventureiro. É aquele que tem climão, que tem passado, que tem história. Bem isso.

Nada como o caos pra fazer a gente se sentir vivo.

 

Você também pode ler

13 Comentários

  1. Em outros tempos eu teria minhas dúvidas de que foi você mesma que escreveu isso, Éricka… Só tem um relacionamento melhor do que esses conturbadíssmos casos: o relacionamento estável, de fato e de verdade, em que você sabe que é amada durante mais do que alguns minutos. Só que como esse anda em falta, é o que tem pra hoje, né? 😛

    Beijos, saudade!

  2. Demais o post… eu adorei!

    Também sou dessa opinião, amor tem que ter uma pitada de loucura, fidelidade e um misto de personalidades distintas.

    Parabéns pela escrita… você sabe que escreve muito bem. 😉

    Beijos

    Fe – http://www.fezoka.com.br

  3. nossa, muito bom! bem o meu momento! aahhahaha adorei, amiga. Tá mandando bem hem!! beijos

  4. Eu curto emoção, mas sinceramente isso é bom as vezes, é bom um amor tranquilo que a gente se senti protegida, amada, e que não tenha medo há todo instante do que pode acontecer! =***

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *