Eu tento disfarçar, mas a alegria transborda por todos os meios. Nunca chego em casa meia noite sorrindo tanto, distribuindo gentilezas ou contando alegremente que peguei metrô. Aliás, tenho certeza que roubaram algumas estações entre a Paraíso e o Jabaquara…

Falar sobre futilidades, andar à toa sem hora certa pra voltar, respirar o ar mais poluído do Brasil… Tem gente louca pra tudo, não é? E eu ando curtindo aquele tipo de loucura deliciosa de se sentir, sem saber direito do futuro e sem na verdade me preocupar de fato com isso.

E eu ando falando demais, me expondo demais e pensando de menos. Daquele jeito todo meu, sem muito medo de ser feliz, sem muitos filtros, daquele jeito suicída consciente que me faz viver como se o mundo parasse pra mim.

Hoje eu só queria estar lá. Hoje, e se tudo correr bem, pro resto da vida.

Vocês chamem o que eu ando sentindo do nome que quiserem. Eu ainda não sei o que é.

Você também pode ler

4 Comentários

  1. Meu anjo isso que vc está sentindo é alegria de viver, boba!!!!!!!
    ehhehe fico feliz que esteja assim e agora com essa energia boba tudo o que vc quer virá, vc vai ver.
    bjocas

  2. Isso que vc está sentindo se chama.. Ah, prá quê dar um nome? Vc está bem, está feliz consigo mesma e com o mundo então, nomear prá quê?

    Aproveite essa fase e curta ao máximo.

    bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *